sexta-feira, 1 de junho de 2012

Dia Mundial do Sem Tabaco

Esta semana mesmo, almocei com duas amigas muito queridas.Paparicadas pelo atencioso Luan do Mekonk, prestigiando o cardápio do Rio Restaurant Week, passamos horas deliciosas.
Quando Marcela, louca  para fumar saiu, lembramos, eu e Quiva, hoje ex-fumantes, da primeira vez que experimentamos um cigarro.
Foi um Minister,  perigosamente furtado do maço do meu pai. Fumamos na janela do quarto e a Quiva jura que viu uma " mulher de cabeça quadrada ", tamanho deve ter sido o barato daquela primeira tragada.
Mas fumar naquela época era uma questão de atitude, personalidade, charme para as meninas e virilidade para os meninos. Agregava valor!
Hoje o diferencial é outro. Fumar passou a ser incomodo, deselegante e os valores, se podemos chamar assim, associados ao ato de fumar, são os piores possíveis.
Que me desculpem os adolescentes, mas atualmente começar a fumar  é burrice. Além de prejudicial à saúde, o cigarro não é mais elegante e charmoso e, segundo a Medicina, prejudica o desempenho sexual, também deixa as pessoas mal cheirosas e é um hábito que custa caro.
Ufa, se eu ainda fumasse já estaria sem folego!
Mas se você ainda não conseguiu largar este vício, lembre-se de que é responsável pelo ato de fumar, que não pode mais acender um cigarro a qualquer hora ou em qualquer lugar. Na rua, embora no Brasil não haja leis contra isto, considero que fumar é algo super deselegante, principalmente para as mulheres.
Se estiver na casa de alguém em que não tenha cinzeiros a vista o melhor será não fumar. E nem peça um!
Meu encontro com minha amigas foi maravilhoso, demos boas risadas, mas Tabagismo, é coisa séria.
Parei de fumar em 1986 e o Dia Mundial sem Tabaco foi instituído em 1987 pela ONU.
Marcela querida, espero que no próximo 31 de maio você já esteja livre deste mal, não que tenhamos que esperar mais um ano para um novo almoço, né?